domingo, 14 de dezembro de 2008

Sim, você pode viajar com seu cão!


Conheça algumas dicas para evitar dor de cabeça com seu cão durante as férias

Com a chegada do verão, época do ano em que aumentam as chuvas e a umidade relativa do ar, os animais de estimação necessitam de cuidados especiais. Quem vai viajar durante as férias, por exemplo, e pretende levar seu animal de estimação, não pode esquecer de vaciná-lo, especialmente contra as doenças que podem ser transmitidas aos seres humanos (zoonoses), como a giardíase e a leptospirose.


Na praia, no campo ou em hotéis para cães, ele pode entrar em contato com agentes transmissores de doenças; além disto, durante a viagem, a carteira de vacina e outros documentos podem ser exigidos pelas autoridades.

Quando for preparar a bagagem do seu cão, não se esqueça de inserir alguns itens importantes, como a guia e a coleira, ração, potes para água e comida e outros utensílios como toalhas e a caminha dele. Também é recomendado acrescentar uma farmácia básica para casos de emergência.

Se a viagem acontecer em automóvel, é fundamental que o animal seja transportado em caixas apropriadas e que ele esteja acompanhado de atestado sanitário emitido por médico veterinário devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina Veterinária da Unidade Federativa de origem dos animais. É recomendado não alimentar o cão antes de sair para viajar. Prefira oferecer alimentos e petiscos após o término da viagem, já que o animal pode sofrer enjôo durante o trajeto.

Não se esqueça de que seu cão precisará de paradas para tomar água, urinar e defecar. Escolha bem os locais, dando preferência a postos de gasolina ou postos rodoviários. Evite parar em acostamentos, pois o movimento de outros veículos pode assustar o animal.

Você ainda pode vesti-lo com fraldas descartáveis, que garantem maior higiene num período de até 6 horas de absorção. Algumas opções suportam fezes, urina e cio, com tamanhos de PP a G, que vestem cães de 1 a 20 kg. Assim, situações inconvenientes durante o trajeto, os passeios e a hospedagem poderão ser evitadas.

Seu cãozinho poderá conhecer outros lugares com você, viajando de avião. Para isso, é necessário o atestado de saúde


fornecido pelo veterinário e que se reserve a passagem com antecedência, porque as empresas aéreas possuem um limite para o transporte animal em cada vôo. Em algumas delas, cães pequenos podem viajar no colo do dono, já os maiores, somente no compartimento de bagagem, sendo que a empresa pode exigir que ele viaje sedado.



Para viagens internacionais, é necessário que o animal possua o CZI (Certificado Zoossanitário Internacional), que é emitido pelo Ministério da Agricultura e que pode ser retirado no aeroporto antes do embarque. Antes de embarcar, verifique as normas de quarentena do país de destino. Países como Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul possuem restrições mais severas, podendo deixar o animal confinado no aeroporto e liberado após o período de quarentena, que pode chegar a seis meses.

Viajar com seu cachorro em ônibus também é possível. A maioria das empresas aceita cães e gatos de pequeno porte, desde que estejam com a documentação necessária e viajem em caixas adequadas, podendo ser transportados no bagageiro, para não incomodar outros passageiros.

Dicas:
- Conduza seu cão sempre com guia e coleira.
- Não o deixe destruir objetos.
- Evite que seu cão arranje briga com outros animais do local.
- Prefira passear com o cão em horários menos movimentados.
- Identifique seu cão com nome e telefone.
- Leve saquinhos para recolher as fezes do animal durante passeios.
- Vista fraldas descartáveis em seu cão quando se hospedar na casa de seus amigos e familiares


Gente, tudo isso é mesmo muito importante e ajuda muito na hora de viajar a dica de usar fralda é realmente muito valiosa,  porque você pode ficar em lugares que as pessoas não gostam ou não estão acostumadas com animais em casa, então é muito bom usar fraldinha, para evitar qualquer constrangimento e aborrecimentos.



Fonte: Aqui

10 comentários:

  1. VIAGEM INTERNACIONAL

    Quando viajar para o EXTERIOR com seu animal, entre em contato com o Consulado geral do País que pretende viajar e veja quais sao as normas e procedimentos necessários para a entrada do animal no País de Destino.
    O pagamento da taxa de embarque com a Cia aéra, nada tem em relacao com a aceitacao do animal no País de destino.
    Ele pode embarcar, aterrizar no País de Destino, mas se os documentos nao estiverem em ordem, a dor de cabeca será imensa.
    Na verdade durante o check-in, nenhuma atendente verifica se os documentos estao em ordem, pois elas mesmas nem sabem o que é necessario.

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde,
    Quero apenas que me ajudem, pois estou pretendendo viajar, mas não vou poder levar meu York, muitas pessoas me falaram que o meu cachorrinho pode morrer de saudades, estou com medo. Me dê algumas dicas que eu posso fazer pra ele não sofer.
    Desde já agradeço.
    Jhuly

    ResponderExcluir
  3. Jhuly,

    Você pode viajar e deixa-lo com alguém da família, assim ele irá se sentir melhor na sua ausência e deixe com ele a caminha e tudo mais que lhe pertence assim como uma roupa sua, para que ele sinta seu cheiro, bom isso também depende muito da idade dele, e você não me contou se ele é bebê ou adulto.

    Feliz Natal.

    ResponderExcluir
  4. Estou preocupada pois vou viajar com a minha york, e acho que vou de onibus, mas a viagem é no minimo de 11 horas, e ela nao gosta nem um pouco da caixa de transporte, fica toda agitada, e acho que vou dar um remedio pra ela. Mas queria saber como durante esse tempo de viagem, posso fazer a limpeza e a higienização dela, para nao imcomodar os outros passageiros, com cheiro e tal. Alguem tem alguma dica para eu me organizar quanto a isso?

    ResponderExcluir
  5. vou viajar com a minha yorkie de avião e gostava de saber quais as caixas de trensporte aconselhadas.
    Agradeço a quem respoder

    ResponderExcluir
  6. Boa noite! Gostaria de saber QUAL empresa aérea permite que o cãozinho vá junto com o dono! Não tenho coragem de colocar a minha york junto com as bagagens! Se alguém puder me ajudar... obrigada!!!

    ResponderExcluir
  7. tambem gostaria de saber mais detalhes da viagem de aviao....queria saber se alguem ja viajou com seu yorkshire dentro da cabine do aviao, nao no compartimento de bagagens. Queria saber das experiencias de vcs com viagens de aviao com yorkshire. obrigada.

    ResponderExcluir
  8. Vou viaja. Com meu york ele só tem dois messes vou de carro alguem me diz se tem algum problema me ajude brigada Bruna

    ResponderExcluir
  9. Olá,tenho um filhotinho de dois meses e só tomou a primeira dose da vacina viral.Preciso fazer uma viagem de seis horas de carro,posso leva-la?Após sete dias ela ja tem que tomar a segunda dose,posso adiantar a vacina ou vai fazer mal a ela.Não queria deixa-la.
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Importante: todo e qualquer texto publicado através do sistema de comentários não reflete necessariamente a opinião deste blog ou de seu autor. As opiniões emitidas através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos visitantes que dele fizerem uso. O autor deste blog não se responsabiliza por quaisquer consequências e/ou danos que eles venham a provocar, e reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar desrespeitosos a terceiros.